Você está pronto para inovar a sua relação com o trabalho?


Você gosta do que faz, mas percebe o trabalho como algo automático na vida? Se a resposta for sim, é possível que você esteja desmotivado, cansado de trabalhar e tenha parado de se desenvolver. Talvez a única certeza que você tenha é que pensar no dia em que você não vai mais precisar trabalhar está cada vez mais fora da sua realidade, além de não fazer o menor sentido. Afinal, vamos parar de trabalhar e viver como?


Não faz muito tempo que trabalhar 20 ou 30 anos em um mesmo local representava fidelidade, competência e autoestima. Hoje, tais características são válidas, mas numa concepção de trabalho incorporado como parte da vida e cada vez mais independente de vínculo empregatício.


Trabalhar por anos para ter uma aposentadoria digna deixou de ser uma realidade alcançável para muitos de nós. Dependendo da sua geração, é possível que o termo aposentadoria nem conste mais no seu vocabulário!


Então, talvez seja a hora de se perguntar: o que o trabalho representa para você hoje?


Parar de trabalhar pode não fazer parte do seu projeto de vida, mas talvez diminuir o ritmo, sim! Ah, você não está sozinho nesta! Este dilema parece estar presente no nosso dia a dia. Angustiamo-nos com as várias questões em aberto para resolver, com o tempo que passa rápido, com as incertezas do caminho e temos dificuldade de incorporar o trabalho como fonte de vida, cuja essência se faz de movimento e mudança.


A questão é que estamos vivendo uma era com mudanças que modelam um mundo novo. Mais do que nunca é necessário rever como nos relacionarmos com o trabalho, pois é na intensidade e complexidade das transformações no mundo que estão os novos desafios e possibilidades. Talvez agora você tenha ficado com a sensação de que estamos num verdadeiro “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”.


Os avanços tecnológicos anunciam que não continuaremos trabalhando do mesmo jeito que sempre fizemos, tampouco teremos a escolha ou limites claros de tempo e de espaço para exercer nosso trabalho. Isso quer dizer que, além da sucessão de pessoas no trabalho, teremos o surgimento de novas profissões em detrimento de outras tradicionais.


E, aí? Você vai considerar os avanços do mundo moderno como uma ameaça ou vai optar por utilizá-los como ferramentas para inovar e desenvolver-se no que faz? Calma! Pense que tais avanços tecnológicos podem impulsionar você a se redirecionar, reconectar, reinventar e continuar ativo.


Então, como usar esta realidade turbulenta e ao mesmo tempo tão dinâmica a nosso favor? Esta parece ser a resposta que todos nós gostaríamos de ter neste momento de virada em que o desafio está em descobrirmos como viver o que é o trabalho hoje e no que ele pode se transformar.

Sim, é possível pensar o trabalho de forma diferente do que fizemos até aqui e há possibilidades de equilibrar a dimensão do trabalho para estar de um jeito mais fluido na vida. Vamos verificar como?


1. Tenha consciência de si e do mundo: somos pessoas em processo de mudança na vida e, de fato, o mundo continuará se transformando e nos surpreendendo. Junto com os limites quanto à previsibilidade dos avanços do mundo, reconheça seus limites pessoais, flexibilize e ouse ir além de padrões estabelecidos.


2. Exercite prosseguir com sentimentos contraditórios: motivação com insegurança, coragem com dúvidas, potência e medos podem fazer parte do processo de avanços e descobertas de próximos passos mesmo diante da incerteza do futuro.


3. Resgate e desenvolva novas habilidades: considere experiências acumuladas, características singulares, exercite autonomia, seja pró-ativo, (re)aprenda e crie novas alternativas, busque recursos para lidar com um fluxo que demanda por inovações, aprenda a lidar com as constantes mudanças em vários contextos da vida.


4. Desafie-se a viver numa montanha russa: aprenda na experiência, corra riscos, descubra novas rotas, siga sem garantia de segurança e satisfação, prepare-se para lidar com a ansiedade de um próximo passo e interaja com a nova realidade, reconheça e acolha as fragilidades como parte de você, brinque com a sua rigidez diante da vida!


5. Inove-se: esteja aberto para estar inteiro com o que você é, reinvente a relação com o trabalho, com o tempo e com as pessoas. Aprenda a conviver com as turbulências em si e do mundo num contínuo reinventar-se no processo da vida, assim como um barco a vela e seu velejador que segue seu rumo seja qual for a direção dos ventos.


Eu estou disposta a interagir com a complexidade das mudanças necessárias na vida em sintonia com a complexidade do mundo em transformação! E você?


Venha desbravar sua caminhada conosco! Temos profissionais e cursos para acompanhar seu desenvolvimento neste mundo novo.

Quer ler mais sobre esse tema? Acesse esses links:

Quando o trabalho faz todo o sentido

Afinal, qual o segredo do sucesso?

Marinuta Cattoni Anita Bacellar

Psicóloga Responsável Técnica

Destaques
Recentes
Arquivados
Procure por Tags
Nos Acompanhe
  • Facebook Basic Square
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

© Espaço Viver 2014. Todos os direitos reservados.

Localização

Endereço

Rua Fritz Müller, nº 50, Salas 601 e 602 Coqueiros - Florianópolis/SC

Telefones

(48) 3039 0907 | (48) 99642 9889

E-mail

contato@espacoviverpsicologia.com

Facebook