Qual o segredo de relações duradouras?


Você já se perguntou o que faz as pessoas permanecerem juntas ao longo da vida? A resposta poderia ser: porque “os opostos se atraem” ou, então, porque “as pessoas têm afinidade”.


Olhando de fora, essas respostas parecem fazer muito sentido, não é mesmo? Mas elas não nos ajudam a escolher as pessoas que queremos ter ao nosso lado durante um longo período da nossa vida.


Temos a impressão de que o x da questão não está em atrair ou afastar as pessoas que queremos ter por perto. Em tempos de relações efêmeras e de laços afrouxados, é difícil compreender o que faz com que uma relação amorosa ou de amizade seja permanente a ponto de ser vista, por todos, como duradoura.


Pensamos um pouco sobre isso e sabe o que descobrimos? Que os vínculos mais fortes, aqueles que resistem ao tempo e seus dissabores, são criados e cultivados a partir de uma lógica que prioriza o que temos para somar e não o que temos para subtrair. Uma lógica onde a multiplicação reina soberana no lugar da divisão.


Nesse tipo de relação, os elos não são fortalecidos pelas famosas afinidades ou pelos opostos que se complementam e sim pela disposição de juntarem suas forças para superarem os obstáculos que aparecerem pelo caminho. Não importa se as situações adversas estão na vida ou na relação. A única certeza que essas pessoas têm é que estarão juntas para superarem qualquer dificuldade, porque escolheram viver em uma lógica em que a soma dos esforços além de nos unir, nos faz crescer.


É lógico que essa nova fórmula não garante uma durabilidade vitalícia para as nossas relações e nem elimina as diferenças existentes entre as pessoas. Muito pelo contrário, as incompatibilidades continuarão a fazer parte do rol das arestas que deverão ser aparadas e as afinidades continuarão acalmando as nossas inquietações. E será na confiança e no respeito mútuo que repousará a certeza de que é possível estabelecer uma comunicação clara capaz de nos manter em movimento ao lado de alguém que, como nós, está construindo seu caminho.


E diante dessas reflexões, acabamos descobrindo que, sim, existe algo em comum entre as pessoas que permanecem juntas. Transformaram as suas relações em parcerias que alavancam umas às outras. Compartilham superações e as conquistas alimentam o desejo de ir adiante. Juntas elas terão mais chances de se realizarem como pessoas do que se estivessem sozinhas. Afinal, ninguém cresce sozinho, não é mesmo?


Se precisar de companhia e ajuda no seu processo de crescimento conte conosco! Clique aqui e converse com uma de nossas psicólogas para nos conhecer e entender o qual serviço faz sentido para você.


Anita Bacellar Doralina Marcon Maira Flôr

Responsável Técnica Psicóloga Psicóloga

CRP 12/01329 CRP 12/10882 CRP 12/08932

(48) 99642-9889 

Destaques
Recentes